Ameaça de morte na fila do Mundial.

Início de mês, mas eu queria uma uma geléia de pêssego.
Fui ao supermercado Mundial.
A fila estava gigantesca. Uma mulher pediu que eu guardasse o lugar dela na fila.
Nas ela demorou a voltar. Muito. Eu achei que ela havia encontrado um caixa mais vazio ou mesmo desistido de compara alguma coisa. Um homem parou a trás de mim na fila.
A mulher chegou dois minutos depois.
Ela tomou o lugar dela na fila. Ficou parada, do meu lado, dizendo que não ia sair de lá de jeito nenhum.
Começou uma feia discussão entre ela e o homem. A certa altura, eu peguei o celular e registrei algumas coisas que a mulher dizia.
– “Meu Deus é o Deus da paz, não é o dos da confusão, não.
Você entra no mercado, você vai fazer sua compra, a fila está enorme, você pede para a pessoa guardar seu lugar na fila. Se não quando você termina a fila está lá no final!
Ela da sorte que eu sou da igreja. Porque eu já marquei a cara dele, já. Depois, é assim que o sujeito leva um tiro na cara. Tem gente morrendo à toa por aí, você quer brincar com o diabo. Não brinca com o povo de Deus não! Com o diabo você pode até brincar. Mas comigo não. Que eu sou de Deus.graças a Deus porque se não o senhor estava perdido, moço. Eu falei para a menina aqui guardar lugar, ela deve estar com medo de falar aí, mas eu não tenho medo não. E, moço, eu fiquei revoltada agora porque eu vim para comprar o leite, que tava na promoção, 2,99, e agora já não tá mais e eu vim ontem, só peguei dois leites, vim hoje para comprar a caixa, nem o azul nem o vermelho estão mais na promoção. Eu já não estou boa”.
A discussão ainda estava rolando quando eu fui embora do mercado. Muitas pessoas ao redor se envolveram no barraco.
E, a tal mulher, ainda saiu da fila algumas vezes para pegar outros produtos, jogou baratas padres que ela acabou pegando sem perceber pelo chão e me chamou para defendê-la ainda umas duas vezes. Eu permaneci calada e de cabeça baixa o tempo inteiro. Me estresso muito nesse tipo de situação. Não sei se devia ter agido de outra maneira. Mas eu me dei conta de uma coisa hoje: se eu me estresso tanto em um pequeno atrito na fila do caixa no Mundial, eu jamais seria capaz de encarar o aniversário do Guanabara.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s