Sete coisas que aprendi em sete dias.

Hoje eu atingi a primeira parte da minha meta: escrevi sete posts para o Blog em sete dias.
Comemorei fazendo compras em uma papelaria!
Essa experiência não tem sido fácil, mas eis o que eu aprendi até agora:

1- A ação vem antes da motivação.

Quando eu comecei a escrever, eu não estava super motivada. Eu tomei a decisão de investir no que eu queria e coloquei a mão na massa. A motivação veio vindo com o tempo e o resultado do trabalho.

2- É essencial batalhar pelo tempo para fazer o que amamos.

Muitas vezes ficamos massacrados pelas obrigações e começamos a acreditar que não há tempo para hobbies ou atividades prazerosas. Mas o que acontece é que quando fazemos apenas coisas que sugam a nossa energia nós passamos a render menos nas obrigações. Ficamos cansados, estressados e com pressa para fazer logo tudo que tem para se fazer. Nesse ritmo, nós acabamos não fazendo nada direito. Recarregar as baterias com coisas boas nos torna mais eficientes e produtivos.

3- Temos que desromantizar nossos sonhos de futuro.

O que eu disse no ponto 2 é algo extremamente difícil de se colocar em prática. Não é a minha intenção que este seja mais um post motivacional que dá dicas impossíveis de serem colocadas em prática. Eu levei dez anos para atingir metade do que eu sonhava que fosse ser a minha vida e o meu eu ideais (faltando ainda especialmente o dinheiro!). Sigo em direção a um longo período de melhorias pela frente e eu vou morrer sem chegar ao 100%. Mas isso não importa! A gente precisa superar o sonho Disney e entender que as coisas nunca vão ser como essa fantasia louca que a gente tem na cabeça. O que não quer dizer, de maneira nenhuma, que a vida vai ser ruim ou incompleta. Quer dizer que nós somos educados para creditar no pote de ouro no final do arco-íris e que, se nós não o encontrarmos (e ficarmos com ele inteiro para nós, sem dividir) jamais seremos felizes. Compramos o que temos com o pote de ouro inexistente e ficamos infelizes.
A moral da história é que sempre tem espaço para melhorias na nossa vida, mas a vida nunca vai ser como sonhamos porque o nosso sonho é uma mentira. E é ok que as coisas sejam assim.

4- Até aqui concluímos que a perseverança é a alma do negócio!

A nossa conclusão parcial é: persevere sempre. É a única forma de conseguir o que desejamos.

5- Dê pequenos passos em direção a sua meta antes de começar a correr.

Eu errei nesse ponto. Tem sido difícil para caralho escrever todo dia no Blog e eu estou com muito medo de falhar. Eu decidi no impulso começar e eu fiz o meu planejamento depois do primeiro post. Isso foi um erro. Eu devia ter ido com calma e me programado com mais antecedência para este empreendimento. Agora estou me sentindo pressionada, achando que dei um passo maior do que a perna. Não cometa esse mesmo erro. Mas, se cometer confie em si mesmo. E se você falhar, respire fundo e tente novamente!

6- Procure apoio.

Qualquer empreendimento tem mais chances de ser bem sucedido se você tiver com quem contar. Seja o seu marido para ler seus post antes de você postá-los (te amo, amor!); seja um amigo que vai acolher o seu desespero no dia que você não tiver o que escrever; seja a sua mãe para compartilhar tudo que você escreve para te dar uma força (também te amo, mãe!).

7- E, finalmente, confie em você mesmo.

Dando certo ou fudendo a porra toda, confie em si mesmo e seja feliz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s