Poesia não tem que ser “chique”.

Eu tenho achado muito interessante e estimulante esse Projeto Dados Poéticos. Eles são tão gostosinhos e divertidos de escrever 🙂
Quando eu comecei a escrever mais seriamente as pessoas começaram a perguntar: prosa ou poesia? E eu sempre falava prontamente: prosa!
Era coisa de maluco para mim pensar em escrever poesia. Métrica e palavras rebuscadas. Para ser sincera, eu também não sou fã incondicional da coisa. Eu preciso de sentido, de textos com sentido. Então eu tendo a gostar daquelas poesias que contam histórias, não das que amontoam palavras bonitas em rimas ricas. Qual não foi a minha surpresa quando eu comecei a perceber que tudo bem ser assim. Que ninguém pode me obrigar a gostar de algo só porque esse algo “deveria” ser apreciado, como poesia “chique”, literatura “chique”, música “chique” etc.
Uma forma pobre de poesia? Não sei. O que eu sei é que tudo que nos faz feliz que é digno, vale a pena! Corra atrás do que você ama e que te faz feliz. Não se importe com o que os outros vão pensar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s