Minhas plantas murchas. 

Interessante esse negócio de ter plantas em casa. As minhas servem meio que como um termômetro emocional.
Sempre que eu estou mal, as plantas murcham. Mas o pulo do gato é que elas murcham antes que eu tome consciência de estar mal.
Quando eu estou muito sobrecarregada, com muitas coisas para fazer, sem conseguir passar um tempo bom em casa, ou sair com amigos ou com meu marido, eu fico mal. Mas eu aguento, assim como todos vocês provavelmente, muito tempo nesse ritmo ruim. As plantas, no entanto, depois de dois dias sem água já estão murchas. Quando eu entro nesse ritmo acelerado, eu esqueço de regar as plantas (assim como deixo de fazer outras coisas que faço pura e simplesmente pelo meu prazer pessoal).
Então quando eu vejo as plantas murchando, já acende o sinal de alerta: eu estou só cumprindo obrigações no automático, tenho que fazer alguma coisa diferente. No estilo: “Stop and smell the flowers” mesmo. Às vezes não dá para deixar as obrigações de lado, ou reduzir a carga de atividades que nos são impostas, mas dá para prestar mais atenção nas coisas ao redor. Na melhor das hipóteses, começaremos a nos programar para sair do olho do furacão.
Ainda tem um terceiro caminho: podemos tentar nos preparar para os momentos de maiores obrigações. Estes podem ser momentos de transição, ou de maior carga de trabalho mesmo, um período mais atribulado da vida.
Semana que vem, eu começo a ministrar um curso de dez aulas, oito horas por semana, que vai mexer com toda a minha rotina e me deixar exausta. Mas é um trabalho necessário no momento. Então, eu já vou desde agora me preparando para o ritmo pesado que eu sei que vem por aí. Vou tentar me agarrar na idéia de que trata-se de um trabalho cheio de significado, além disso, é algo temporário que ainda me traz um ganho financeiro e que, na medida em que vai mexer com a minha rotina, pode abrir espaço, depois que passar, para coisas novas acontecerem.
Existe a possibilidade de eu ficar mal em algum momento, sem dúvida, mas esses são os principais pontos que vão me ajudar a superar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s