A ciência na qual você acredita e os livros de autoajuda. 

Hoje eu vi todo os livros da sessão de autoajuda de uma livraria no Centro da Cidade. Vocês não tem idéia da quantidade de livros que se chamam “Cure sua Vida”. Tinha uns dez, pelo menos. E também, toda a bancada dos mais vendidos das livrarias são Best Sellers do The New York Times!! Quantos Best Sellers o New York escolhe por ano?! Que coisa…!!!
Cara, que doideira. Eu comprei quatro livros sobre os quais pretendo comentar em breve. Todos os temas eram de Psicologia Positiva: Resiliência; Autoestima; Propósito; e Talentos.
Resiliência é a nossa capacidade de aprender lições positivas com as adversidades da vida.
Autoestima é a capacidade de nos sentirmos amados.
Propósito é aquilo que buscamos em nossa vida, que deixarmos depois como nosso legado.
E talentos são os nossos potenciais inatos que precisam ser desenvolvidos ao longo da vida.
Todos na seção de autoajuda, mas todos muito bons e importantes. Eu sei… Eu também tinha (talvez ainda tenha) um pouco de preconceito com a idéia de autoajuda. Mas eu tenho percebido que eu estava errada por ter esse preconceito (assim como todo preconceito, este se mostrou extremamente negativo). Temos que ter cuidado com toda informação que chega até nós. Temos que desenvolver capacidade crítica. Mas, no fundo, estamos fadados a consumir a ciência na qual acreditamos. Por exemplo, hoje eu vi um livro chamado (alguma coisa do tipo) “Porque diminuir o colesterol não reduz o risco de doenças cardíacas”. Isso vai contra tudo que o Bem Estar vem nos dizendo!! Mas tá lá na prateleira dos mais vendidos da livraria.
Acredite no que te faz feliz! No que te faz viver bem! Escolha aquilo no que você acredita a partir dos critérios que fazem sentido na sua vida!

3 comentários em “A ciência na qual você acredita e os livros de autoajuda. 

  1. Bem importante tua reflexão e concordo que temos que escolher aquilo que nos faz bem, porém, é também muito importante ler com atenção esses textos de autoajuda, nem falo só de Best Sellers, mas até mesmo nas redes sociais, porque às vezes mais atrapalha do que ajuda… Um problema grande da autoajuda de redes sociais é que dar receita de como viver é quase impossível – cada um vive de um jeito, o que funciona aqui talvez não funcione aí e algumas receitas em cabecinhas tristes podem gerar mais frustração… Mesmo assim, acredito muito no poder do propósito, da resiliência, da autoestima e do amor! Sejamos felizes 🙂 Abraços fraternos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Você tem toda razão! Temos que ter muito cuidado. Tem muita gente irresponsável por aí dizendo que temos que ser felizes a qualquer custo e isso não é verdade! Além de fazer muito mal pensar assim, pois sentimos que nunca vamos chegar lá! Temos que selecionar e dar ouvidos ao que nos motiva e faz sentir bem 🙂 e emoções negativas fazem parte da vida e são importantes. Temos que aceitá-las também. Elas só não podem nos paralisar. Aí que entram esses temas todos da psicologia positiva.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s